O que podemos esperar para o varejo em 2018?

Os últimos meses de 2017 animaram o varejo brasileiro, com dados positivos da economia e continuidade de crescimento das vendas. Esse foi o ano da virada, com os primeiros sinais de retomada no consumo. Em novembro de 2017 o varejo restrito atingiu crescimento de 1,1% no acumulado de 12 meses, após longo período de queda.

E o que podemos esperar de 2018? A expectativa é boa. Os indicadores estão apontando para a recuperação econômica, com retomada do mercado de trabalho e baixa inflação. Para o varejo, isso significa crescimento, que deve ficar entre 4,5%e 5%, segundo estimativa da CNC. Tudo isso significa uma coisa: a crise ficou para trás.

Mas a crise foi severa no varejo, e os concorrentes menos preparados não sobreviveram. Muitos outros fizeram o seu papel durante a crise, melhorando processos e saneando suas operações. Assim, esse período de “limpeza” tornou o mercado ainda mais competitivo, e os concorrentes restantes estão melhor posicionados.

Portanto, para aproveitar esse momento de retomada, é preciso estar preparado. Um erro, e pode-se ficar para trás na briga por espaço nesse novo mercado. Por isso, em 2018 será essencial para os varejistas fazer um bom planejamento. Planejar suas estratégias comerciais, seus estoques, e quais investimentos serão feitos. Processos assertivos de previsão de demanda e distribuição de mercadorias também serão necessários para reduzir custos e prevenir perdas.

Aqueles que estiverem preparados e fizerem essa lição de casa poderão aproveitar, finalmente, um bom ano.

Entre em contato e saiba como a Unous pode ajudar sua empresa em 2018