Confiança do consumidor inicia o ano com crescimento de 4%

O consumidor iniciou o ano mais confiante, segundo dados da CNDL (Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas) e do SPC Brasil. Segundo o indicador, o brasileiro está mais otimista: a alta foi de 4% em janeiro, na comparação com o mesmo período do ano passado.

Segundo os dados, 59% dos brasileiros têm esperança de que a vida financeira vai melhorar em seis meses. Entre otimistas, muitos não sabem explicar razões, mas 21% notam aumento do consumo e 20% acham que desemprego já começa a recuar.

Hoje e amanhã

Para mensurar a confiança, as instituições mensuram o otimismo em relação às Condições Atuais, que afere o cenário momentâneo da economia e da própria vida financeira; e as Expectativas dos brasileiros, que avalia o que os consumidores esperam para os próximos seis meses.

De acordo com a sondagem, 78% dos brasileiros avaliam o atual momento econômico do País como ruim contra apenas 3% que consideram a situação ótima ou boa. Para 19%, a situação é regular. Quando o assunto é a avaliação da própria vida financeira, o percentual dos que consideram o momento atual como ruim cai para 40%, enquanto 14% avaliam a vida financeira de forma positiva. Outros 45% classificam o momento como regular.

Para o presidente da CNDL, José Cesar da Costa, a consolidação da volta da confiança é uma condição necessária para a retomada do consumo das famílias e dos investimentos entre os empresários. “Mas isso dependerá, fundamentalmente, do aumento de vagas de emprego e ganhos reais de renda, depois de um longo período de queda”, explicou o presidente.

www.portalnovarejo.com.br/2018/02/15/confianca-consumidor-inicia-ano-crescimento-4/